A Gestão Financeira é vista como uma “dor de cabeça” na sua empresa

A Gestão Financeira é vista como uma “dor de cabeça” na sua empresa?

Como sabemos, existem questões recorrentes e importantes que precisam ser discutidas no mundo dos negócios. E muitas destas questões, causam uma profunda “dor de cabeça” em muitos empreendedores e gestores.

Hoje, vamos falar um pouco sobre o lado financeiro de cada empreendedor e as necessidades das empresas.

Obviamente que isso não é uma regra, mas é muito comum ver a dificuldade dos empresários na condução de suas finanças.

Para que vocês não me entendam mal, vou explicar: a maior parte dos empresários de pequenos negócios não tem a expertise técnica financeira necessária para gerir suas finanças. Normalmente, as pessoas abrem os seus negócios mais alinhados com expertise da fabricação, da prestação de serviços e da comercialização.

São profissionais que após permanecerem um bom tempo no mercado do trabalho, criam a coragem necessária para empreender – muitas vezes até por necessidade -, e após um curto espaço de tempo, se esbarram com as dificuldades relacionadas a falta de informação qualificada para a tomada de decisões e, ao mesmo tempo, para compreender se o negócio está realmente gerando resultado. E, se não está, quais seriam as virtudes ou as causas dos problemas.

Uma questão muito importante a ser citada, é que quanto maior o tamanho da sua empresa, maiores são os desafios relacionados a todos os aspectos da gestão, controle, organização, planejamento e gestão dos colaboradores.

Em resumo, conforme a empresa cresce, crescem também as necessidades de uma gestão mais qualificada.

Sendo assim, gostaria que você respondesse aos seguintes questionamentos, e avaliasse as colocações listadas abaixo:

  • Como você enxerga a gestão financeira na sua empresa? Isso é ainda algo desafiador para você, um “bicho papão” que faz com que você perca noites e noites de sono?
  • Você tem plena ciência de quais são os hábitos ou rotinas financeiras essenciais para que você possa acompanhar a realidade da sua operação?
  • Quando falamos em finanças, não esqueça que a informação qualificada é um dos pilares de sustentação de qualquer negócio. Os números que você tem em mãos, refletem claramente a situação da empresa em todos os seus aspectos?
  • Empresas organizadas possuem controles sólidos para a tomada de decisão e isso nem sempre depende de um sistema de gestão (que seria sempre o ideal), mas sim de disciplina e metodologia. Entenda que isso é um “divisor de águas” para enxergar os prós e contras do processo, e manter o “trem nos trilhos”.
  • Você sabe exatamente onde estão alocados os recursos na sua empresa? Você concilia as suas contas correntes e controla efetivamente o seu contas a pagar e seu contas a receber?
  • Você consegue enxergar se os recursos que entram na sua empresa estão em sua conta corrente, nos seus estoques ou em máquinas e equipamentos? Ou você compara os seus indicadores de resultado e de caixa e não consegue compreender porque existem diferenças?
  • Você separa adequadamente suas contas pessoais das contas empresariais? Você tem claro que as duas coisas não se misturam e assim como qualquer colaborador, você precisa gerir as suas finanças pessoais de forma paralela e organizada?
  • Você consegue gerar ou recebe de sua contabilidade um DRE – Demonstrativo de Resultado mensal da sua operação, onde você consegue enxergar de forma clara quais são as incidências dos impostos, devoluções, custos, despesas variáveis de venda, despesas fixas, despesas financeiras, compreendendo por consequência qual é o verdadeiro resultado de sua operação?
  • Você compreende o conceito de Ponto de Equilíbrio (em faturamento, em produção ou peças), para compreender qual seriam as metas mínimas necessárias de faturamento para a manutenção da sua empresa?
  • Você compreende o conceito de Margem de Contribuição, ou Lucro Bruto, necessário para o pagamento das despesas fixas da sua empresa?
  • Você trabalha com um fluxo de caixa diário, semanal e mensal, para compreender se você terá recursos suficientes para honrar seus compromissos?

Uau, que maratona! Mas isso não para por aí!

Listei somente informações básicas e essenciais para que você possa enxergar a sua realidade, porém, a medida que a empresa vai avançando, são necessárias ainda mais informações para a tomada de decisões, como um bom DRE projetado, um Fluxo de Caixa Projetado, além de outros indicadores de gestão personalizados de acordo com a realidade de cada negócio.

Entenda que o que determina o sucesso de uma empresa não é simplesmente o modelo de negócio ou a escolha do negócio e sim o diferencial competitivo em compreender perfeitamente quais são os pontos fortes (as virtudes a potencializar) e pontos de melhoria (problemas a solucionar) na sua empresa. E sem informações qualificadas, ocorre a miopia na gestão, sendo que muitas vezes colocamos toda a nossa energia em soluções e estratégias que não fazem o menor sentido, já que o que estamos enxergando não corresponde à realidade.

Portanto, finanças é vida! Você não precisa ser um expert nisso para gerir o seu negócio, mas precisa compreender que isso é essencial. Portanto, se essa não é a sua praia, compreenda que você precisa ter ao seu lado profissionais que possam auxiliá-lo ou adquirir conhecimento prático e metodologias de gestão por meio de uma consultoria especializada.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

CONFIRA

MAIS ARTIGOS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

Shopping cart

0

No products in the cart.