empreendedor-empreendedorismo-no-brasil-cresça-com-segurança-1

Empreendedor: descubra como crescer com segurança

O brasileiro é empreendedor. Apesar de o país ter perdido três posições no ranking global de empreendedorismo (da 4ª para a 7ª posição), ainda assim, a cada dez brasileiros adultos, três possuem um negócio. E mais da metade de todos os negócios em atividade no Brasil, são liderados por microempreendedores individuais. Estamos falando de algo em torno de 9 milhões de MEIs, que fizeram da sua principal habilidade, um negócio.

São profissionais da beleza, da saúde, da gastronomia, da educação, da moda, do marketing e de tantas outras áreas, que tomaram a decisão de serem seus próprios chefes.

Sobretudo, se você é um desses empreendedores sabe bem que, nesse universo, o “micro” fica só no nome porque os desafios a serem superados para tornar o negócio sustentável são gigantes.

Por isso, neste artigo, compartilhamos com você algumas dicas importantes para ajudar na gestão e no crescimento do seu negócio, além de um material gratuito para facilitar o seu dia a dia.

empreendedor-no-brasil-cresça-com-segurança-2

 

Vida de empreendedor é solitária?

O dicionário explica que “individual é relativo ou próprio a apenas um ser”.  A jornada do microempreendedor individual, por definição, começa de forma solitária e intrínseca.

Afinal, cria-se uma condição de interdependência entre empreendedor e negócio, onde um não existe sem o outro. Nasce o modelo “eu-empresa”.

Então, se você iniciou seu negócio recentemente, deve estar curtindo e aproveitando um dos momentos de maior autonomia, liberdade e autoafirmação que a jornada empreendedora pode gerar. Ainda mais se você estava descontente com o seu emprego anterior e sonhava em ter um negócio para chamar de seu.

Poder tomar as próprias decisões e criar uma empresa do jeitinho que você sempre quis é empoderador! Escolher a cor da parede, a logo, a quantidade de clientes que atenderá por dia é, sem dúvida, uma das grandes vantagens em ter o próprio negócio.

Para você empreendedor de longa data

Porém, se você já passou dessa fase inicial, deve ter percebido que nem tudo são flores, e que esse modelo de ter que reunir em si todas as habilidades que um negócio exige para funcionar, é uma tarefa difícil e quase impossível.

Por isso que, a maioria dos empreendedores individuais que nos procuram, chegam cansados e desanimados com o negócio, mas ainda apaixonados pelo que fazem.

É normal e compreensível que você se dedique mais àquilo que é sua especialidade e que é o cerne do negócio, e deixe para depois as outras atividades.

O problema, como você já deve ter percebido na prática, é que essas “outras atividades” são igualmente importantes para manter o negócio de pé.

Imagine fazer o melhor bolo fit da cidade, vender todos os bolos que consegue produzir, mas fechar o mês no prejuízo porque você não elaborou o custo correto e vendeu muito barato.

Já aconteceu algo parecido no seu negócio? Ou, talvez, aquela total falta de paciência e de tempo para organizar a parte financeira da empresa e não ter a mínima ideia se conseguirá pagar todas as contas do mês. Essa situação lhe parece familiar?

O que fazer então? O modelo “Eu-empresa” não funciona? Devo desistir? Não. Na verdade, você precisa evoluir! Para manter seu negócio vivo e saudável, é fundamental que você expanda sua visão estratégica e operacional, dedicando-se a tudo aquilo que o negócio demandar de você.

empreendedor-empreendedorismo-no-brasil-burocracia-3

8 dicas para que você empreendedor cresça com segurança

Empreender exige outras habilidades

Não adianta ser apenas um grande profissional na sua área e acreditar que isso será suficiente para ter uma empresa de sucesso. Criar um negócio a partir da sua habilidade principal é apenas o começo.

Para que ele se desenvolva e gere resultados positivos, você precisa saber planejar, negociar, liderar e inovar. Provavelmente, as áreas mais problemáticas, por exemplo: finanças, vendas, organização, marketing, são as áreas que você desconhece ou não tem afinidade. Fique atento a isso e busque aprender.

Regra 80 x 20

O empreendedor não pode ficar o tempo todo mergulhado na operação. Ele precisa dispensar ao menos 20% do seu tempo buscando referências, tendências e capacitação.

Converse com outros empreendedores e troque experiências sempre. Comece separando meio período da semana, para se dedicar a isso.

Separar os bolsos

O erro mais comum, mas também um dos mais perversos contra o sucesso do negócio, é não separar as contas, o dinheiro. Cada um — você e sua empresa — tem que ter um orçamento próprio e o seu precisa caber no orçamento da empresa. Já inicie com contas bancárias separadas, cartões separados, caixas separados — cada um paga as suas contas.

Definir um valor de “Pro Labore Fixo”

Pode chamar do que quiser: pró-labore, retirada mensal, salário. Desde que seja fixo e considerado nas despesas da empresa e no ponto de equilíbrio. Este valor precisa ser compatível com o tamanho da sua empresa. Ela não pode lhe oferecer um bom pagamento se sua gestão não for eficiente.

Beneficie-se dos resultados

Se o salário mensal tem que ser compatível com o tamanho da sua empresa, a distribuição de lucros poderá ser do tamanho dos seus sonhos! Sim, uma gestão eficiente gera uma boa margem de lucro e parte desse lucro será sua gratificação pelo sucesso. O ideal é programar distribuições trimestrais, semestrais ou anuais e, muito importante, não tire todo o lucro do negócio. Deixe uma parte para investimentos e outra para capital de giro — pense sempre anualmente.

Não precisa ser um “lobo solitário” para sempre

Administrar seu negócio exigirá que você passe parte do tempo fazendo atividades de que não gosta, como já citei anteriormente. Controles financeiros, por exemplo, não são difíceis, mas exigem disciplina. Se você não sabe, não quer aprender, ou realmente não quer dedicar parte do seu tempo nisso, busque um colaborador ou sócio que assuma essas tarefas. Cerque-se de pessoas competentes para viabilizar o seu projeto!

Crescer pode doer

Você já ouviu falar das “dores do crescimento”? Pois elas existem! Crescer desordenadamente, sem planejamento pode implodir o negócio. Nem sempre vender mais significa mais lucro. Saiba exatamente a sua capacidade de operação e planeje o seu crescimento. É melhor crescer devagar, mas com consistência, do que ter um crescimento súbito nas vendas e implodir o negócio devido a um serviço ruim.

Por que você quer empreender?

Reflita sobre o que você busca com o seu negócio e avalie se todos os sacrifícios e riscos realmente valem à pena. O seu negócio pode ter o tamanho que você quiser e seguir no ritmo que você achar adequado. Mas se o negócio não estiver alinhado ao seu objetivo de vida, será mais difícil e menos motivador seguir em frente.

 

empreendedor-empreendedorismo-no-brasil-desafios-5

Checklist do empreendedor

Para contribuir ainda mais com você que está iniciando no empreendedorismo, e também com você que já está empreendendo há algum tempo, disponibilizamos algumas planilhas que auxiliarão no planejamento e controle das suas contas.

Essas planilhas ajudarão aqueles que atualmente não tem nenhum tipo de ferramenta ou controle de suas contas.  Também nos colocamos a disposição para futuras orientações, contem conosco!

Sobre a Florença

A Florença Empresarial se propõe a trabalhar com sinergia para que propósitos pessoais e profissionais possam convergir, transformando resultado em bem social.

O caminho que escolhemos para atingir essa maturidade na sua empresa é reunir ferramentas de consultoria com técnicas de coaching, somando métodos com comportamento humano, ou seja: pessoas + processos = resultado.

A consultoria estratégica que aplicamos ajuda você, empreendedor, a enxergar as engrenagens da sua empresa, adotando um olhar sistêmico que levará a soluções eficientes e sustentáveis.

Com uma nova visão do trabalho, somos os facilitadores num processo em que você identifica possibilidades de crescimento e buscar resultados que representem a concretização dos seus próprios sonhos.

Essa transformação vem alicerçada na metodologia tradicional adotada pelas consultorias empresariais, mas agrega conceitos que colocam o ser humano no centro da questão, gerando um clima de parceria através do qual se somam experiências e conhecimentos visando entregar valor aos clientes.

Você quer saber mais como a Florença Empresarial pode auxiliar seu negócio?

Entre em contato!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

CONFIRA

MAIS ARTIGOS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

Shopping cart

0
image/svg+xml

No products in the cart.

Continue Shopping