As ferramentas de gestão certas

As indústrias sofrem com estoques mal dimensionados, falta de recursos para abastecimento, ou problemas com informações de controles de processo desatualizadas ou já ultrapassadas. Nestes casos, é preciso ‘organizar a casa’ com ferramentas de controle que tornem o processo eficiente e com indicadores que auxiliem na produtividade. Você sabe quais são eles?

Desde a Revolução Industrial até a chamada Indústria 4.0 diversas ferramentas de gestão e indicadores de performance (KPI’s) foram criados para que tivéssemos mais controle e menos custos na fabricação de produtos. No entanto, para sabermos quais ferramentas devemos utilizar para as melhorias de nosso processo, precisamos identificar primeiro os reais pontos a serem melhorados. Muitas vezes a alta gestão identifica a necessidade de melhoria num âmbito geral, mas na gestão e supervisão da fábrica parece que as coisas estão funcionando muito bem. Isso é comum, visto que muitas vezes eles desconhecem muitos dados importantes da empresa.

Quando essa situação acontece é preciso ‘criar o problema’, ou seja, identificá-lo e, após estar bem claro para todos, buscar as melhores ferramentas para solucioná-lo e, consequentemente, aumentar a produtividade e reduzir os custos.

O envolvimento de todos os colaboradores da fábrica neste trabalho é muito importante, pois são eles que realmente irão ‘atacar’ o problema no dia a dia. Não basta executar uma ferramenta de gestão sem envolver e treinar os colaboradores. Quanto maior o envolvimento de todos, maior será a eficiência da ferramenta implementada. E muitas são as ferramentas que se adaptam a diversas situações dentro de uma fábrica, mas lembre-se: a melhor ‘ferramenta’ que podemos ter é contar com colaboradores treinados, focados e bem orientados na utilização dos indicadores que forem escolhidos.





Você gostou? Compartilhe com seus amigos